A música do dia...


Ouça e sinta !"

Se preferir sem som clique no stop (no quadradinho) do player acima.



 

Noites Sem Fim...

O NOSSO LIVRO

Livro do meu amor, do teu amor,
Livro do nosso amor , do nosso peito...
Abre-lhe as folhas devagar, com jeito,
Como se fossem pétalas de flor.

Olha que eu outro já não sei compor
Mais santamente triste, mais perfeito
Não esfolhes os lírios como que é feito
Que outros não tenho em meu jardim de dor!

Livro de mais ninguém! Só meu! Só teu!
Num sorriso tu dizes e digo eu:
Versos só nossos mas que lindos sois!

Ah! meu Amor! Mas quanta, quanta gente
Dirá, fechando o livro docemente:
"Versos só nossos, só de nós os dois!"

[Florbela Espanca]


Dedico este blog a todos os que amam a poesia e a música, aos que não perderam a capacidade de sonhar, especialmente aos integrantes da comunidade Meus Poetas... Meus poemas..." e aos amigos da sala 5 do UOL de 40 a 50 anos.


" Não há poema em si, mas em mim ou em ti.[Octavio Paz]"

Comunidade do Uolkut

Meus Poetas...Meus Poemas...




Atalho para a Caixinha 2



Atalho para a "Caixinha 1"



Deixaram sua pegadas no "noites"...

 

ÞerÞetµal night

 

£å£i

 

ºsonhadoraº/ctba

 ¤Mäg¡ä do olhär¤

 

£etra escarlate

 

*Pretinha*

 

«§mi£ë»

 

Sandra Vls

 

Romantico

 

Loirinho-Morador de lua

 

|§nïpër|

 

ºßañdîdå

<<PøeM@>>

 

{Só}£etrando

 

*Ðistraíd@™

 

*caipira®*

 

Cavaleiro_Negro

 

Måri@Rita®

 

*Andarilha®*

 

Manoel Denys (tonto)

 

Ariadne

 

Antonio (petuti)

 

AnnaTerra©/RS

 

Gat@zula

 

Mendigo

 

A Jo

 

ANDRE

 

(ALEX-54)

 

(§*.*§Angel)

ß룣ä_Ñ¡ññä

 

Q Feio

 

Lua (snäkë)

 

Carrapata

 

brisa do mar(M)

 

Anja

 

~~~peixinha~~~

 

Filho da mãe

 

Lord W...!!!

 

EXPE®T

Deborah*

 

^^Ana Carolina^^

 

Liz

 

Hellen

 

Simone®

*Dixie*

 

FE(M)

 

«Þrïncïpë Þöëtä»

 

MENDIGA

 

 Mú§!c0

 

Diamante

 

Mulher Pequena

 

Avessa a hortelã

 

Nick

 

Virgílio

 

Sereno*

Homem...2007

Mingau Caipira

 

MONALISA

 

Jack (Woz)

 

Perfídia

Eu.

Mina Rebelde

 

Maria*


 

*Moren@Flor*?



Histórico:

- 01/08/2007 a 31/08/2007
- 01/06/2007 a 30/06/2007
- 01/05/2007 a 31/05/2007
- 01/04/2007 a 30/04/2007
- 01/03/2007 a 31/03/2007
- 01/02/2007 a 28/02/2007
- 01/01/2007 a 31/01/2007
- 01/12/2006 a 31/12/2006
- 01/11/2006 a 30/11/2006
- 01/10/2006 a 31/10/2006
- 01/09/2006 a 30/09/2006



Outros sites:

- Bardos
- Coisas de Lali
- Coisas Sensuais de Lali
- £a£i...mulher...poema...
- Manoel Denys (Tonto)
- Normanda
- Poetisa Magia do Olhar
- Porto Solidão Poesias
- Sonhadora
- Sonhos de um Mosqueteiro
- §mile
- Blog do Morador de Lua

Sites de Musicas


- Site de Midis "boemio"
- Site de Midis "Cantinhodaternura"
- Sire de midis "Castelodossonhos"
- Site de Midis "didimusicas"
- Site de Midis "euvcamusicaeotempo"
- Site de Midis "homemsonhador"
- Site de Midis "innocence"
- Site de Midis "letrasazuis"
- Site de Midis "luamusical"
- Site de Midis "nossosite"
- Site de Midis "osabordasaudade"
- Site de Midis "quietaragazzo"
- Site de Midis "umnovoencontromusical"
- Sie de Midis "usa.mbmidis"
 


Nossas visitas...


online

eXTReMe Tracker

Contador:






...só para prevenir...


 

 



Templates £å£i


Código html:
Cristiny On Line



 

Nosso novo endereço... a continuação deste caderno.

Clik na figura acima e embarque nesse sonho.



- Postado por: uns e outros... às 12h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________





 

Os que fizeram o Noites acontecer:

A Jô, (ALEX-54), ^^Ana Carolina^^, *Andarilha®*,ANDRE, (§*.*§Angel), , Anja,  AnnaTerra©/RS, Ariadne, Avessa a hortelã,  ºßañdîdå, ß룣ä_Ñ¡ññä, brisa do mar(M), *caipira®*,Carrapata, Cavaleiro_Negro, Deborah*, Diamante, *Ðistraíd@™, *Dixie*, Eu., EXPE®T, FE(M), Filho da mãe, Gat@zula, Hellen, Homem...2007, Jack (Woz),  Ketinha*, £å£i, £etra escarlate, Liz, Loirinho-Morador de lua,    Lord W...!!!, Lua (snäkë), ¤Mäg¡ä do olhär¤, Maria*, Måri@Rita®, MENDIGA, Mendigo, Mina Rebelde, Mingau Caipira, MONALISA, *Moren@Flor* ,Mulher Pequena, Mú§!c0, Nick, ~~~peixinha~~~, Perfídia,  ÞerÞetµal night, *petuti*,  ^-ÞøeM@~^, *Pretinha*, «Þrïncïpë Þöëtä», Q Feio,  Romântico, Sandra Vls, Sereno*, Simone®,«§mi£ë», |§nïpër|,  {Só}£etrando, ºsonhadoraº/ctba, (tonto)Manoel Denys , Virgílio.



- Postado por: uns e outros... às 23h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Fresta

Em meus momentos escuros
Em que em mim não há ninguém,
E tudo é névoas e muros
Quanto a vida dá ou tem,
Se, um instante, erguendo a fronte
De onde em mim sou aterrado,
Vejo o longínquo horizonte
Cheio de sol posto ou nado

Revivo, existo, conheço,
E, ainda que seja ilusão
O exterior em que me esqueço,
Nada mais quero nem peço.
Entrego-lhe o coração.

[Fernando Pessoa] 

clik

Dorme Enquanto Eu Velo

Deixa-me sonhar...
Dorme Enquanto Eu Velo
Deixa-me sonhar...
Nada em mim é risonho.
Quero-te para sonho,
Não para te amar.
A tua carne calma
É fria em meu querer.
Os meus desejos são cansaços.
Nem quero ter nos braços
Meu sonho do teu ser.
Dorme, dorme. dorme,
Vaga em teu sorrir...
Sonho-te tão atento
Que o sonho é encantamento
E eu sonho sem sentir.

[Fernando Pessoa ]

clik

 

Publicado por Eu.

 

 



- Postado por: uns e outros... às 23h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Beijo eterno

(Castro Alves)

Quero um beijo sem fim,

Que dure a vida inteira e aplaque o meu desejo!

Ferve-me o sangue.

Acalma-o com teu beijo,

Beija-me assim!

O ouvido fecha ao rumor

Do mundo, e beija-me, querido!

Vive só para mim, só para a minha vida,

Só para o meu amor!



Fora, repouse em paz

Dormindo em calmo sono a calma natureza,

Ou se debata, das tormentas presa,

Beija inda mais!

E, enquanto o brando calor

Sinto em meu peito.

Nossas bocas febris se unam com o mesmo anseio,

Com o mesmo ardente amor!...



Diz tua boca: "Vem!"

Inda mais! diz a minha, a soluçar... Exclama

Todo o meu corpo que o teu corpo chama:

"Morde também!"

Ai! morde! que doce é a dor

Que me entra as carnes, e as tortura!

Beija mais! morde mais!

que eu morra de ventura,

Morta por teu amor!

Edson, paixão da minha vida

para você todo meu amor,

sempre sua Angela.



- Postado por: uns e outros... às 23h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




click

 TIGRESA

Luto com as garras de uma tigresa em busca da felicidade. Na selva da vida só sobrevivem os mais fortes. Tenho os sentidos aflorados.

Sou mulher, sou ferina. Sou a gata mansa que ronrona a teus pés e a fera que te aprisiona entre as presas. A fêmea que exala seus feromônios à lascívia do macho.

Sou aquela que sangra todos os meses para ter o dom de gerar vidas. A fortaleza inexpugnável expressa na lágrima de mulher.

Sou a metamorfose da inocente menina à maliciosa mulher. Sou o teu desejo e o teu prazer. O teu objetivo de paz e a tua ruína de guerra. A água que te refresca e o fogo que te queima.

Olho fixo em teus olhos no auge do prazer pra enxergar tua alma. Enlaço-te entre minhas pernas para te sentir meu. Dou-te meu corpo, mas não possuis minha alma.

Sou frágil pétala de flor ao sabor do vento e a fera a espreita de sua caça...

Sou mulher...

(Maria Izabel)

                                                                                

                                        



- Postado por: uns e outros... às 23h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




NOSSOS FILHOS

 

 

Meus amigos queridos

Iniciando uma série de depoimentos colhidos entre muitas crianças..

Nos dando a visão exata de todos os ângulos que eles

conseguem ver, e nós não...

Mas nem por isso deixaremos de olhá-los diariamente.


 

 

Para nós eles parecem frágeis,carinho a toda prova,

Atenção suprema,cuidados especiais...

Sorrisos a largo rosto...

Mãos entrelaçadas em pedidos eternos..

Aí eles crescem rápido demais e nós sequer

conseguimos acompanhá-los

Pois sempre tem alguns deles que caem e se machucam,

Não é mesmo, aí nos sentimos fragilizados,

 

 

Começam a perguntar os PORQUÊS....

Aff..esta fase é demais de linda.....kkkkkkk cada uma que arrepia..

Mas sempre nos fazemos presentes, mais a cada

segundo pois seus neurônios avançam mais e mais

descobrindo coisas inimagináveis aos olhos deles.

 

 

Esta fase dos querer, nos traz alegrias profundas pois estão

Florindo como as rosas, seus lindos conhecimentos

Estão a flor da pele, já sabem o que querem e para onde vão...

Começam a saber mais sobre tudo com os amiguinhos de escola,

Inicia-se a corrida para a sobrevivência em conhecimentos e trabalho...

 

 

Nesta fase somos os caras durões, não os deixamos ir a casa

dos amiguinhos conversarem sobre seus segredinhos..

Sobre as professoras e seus castigos..

Sobre as menininhas e ou menininhos..

Sobre os professores e seus bigodões e suas manias

Sobre os destacáveis da sala , sobre a diretora

Enfim sobre os segredos que nos fizeram muito bem

Em aprendizado e malicias da vida.

Professores e professoras,,,,parte importante nas suas vidas,,,

Em movimentos e segredos

Nossos mestres e nossos anjos da guarda.

 

 

 
 
Hum aqui começam as tormentas,,,,aulas de ballet, aulas de física,,
 
Aulas disso daquilo e nada de se firmar numa delas,
 
Mas todos os dias eles saem para estes encontros...
 
E a cada dia mais e mais sabidos eles se fazem,,
 
E a gente que só tem que pagar as contas de nada sabermos...
 
 
 
 
 
 
Bem chegamos até aqui, pois daqui para frente nem vou me
 
atrever a mais nada, porque agora eles se acham
 
senhores de suas vidas.
 
Sabem ou pensam que sabem de tudo, que a vida a eles pertence,
 
Hora da iniciação ao trabalho...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eles fogem,,,
 
Nada de fazer algo que possa ser produtivo,
 
mas seria isso possível...???
 
Com certeza, mas eles têm que estudar, preparar provas,
 
Fazer simulados, imprimir notas no amigo(a),
 
E a vida começa depois de muito sacrifício.
 
E eles ainda estão aprendendo...
 
Mas serão IMPORTANTES
 
Se DEUS quiser
 
E ELE quer.
 
 
 
 
 
 
Quanto sacrifico para que este dia chegasse,,
 
E nós que aqui chegamos
 
Olhem como estamos....só reuniões disso daquilo

 

 

Para chegarmos aqui.......velhos e desassossegados..

Bem vou fechar com chave de ouro...

Beijos amigos, estes são nossos filhos.


 

click

Mendigo



- Postado por: uns e outros... às 23h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 click

O que valeu a pena hoje?


Sempre tem alguma coisa. Um telefonema. Um filme...

Paulo Mendes Campos, em uma de suas crônicas reunidas no livro "O
Amor Acaba", diz que devemos nos empenhar em não deixar o dia partir inutilmente.
Eu tenho, há anos, isso como lema.
É pieguice, mas antes de dormir, quando o dia que passou está dando o prefixo e saindo do ar, eu penso: o que valeu a pena hoje? Sempre tem alguma coisa.
Uma proposta de trabalho. Um telefonema. Um filme. Um corte de cabelo que deu certo.
Até uma briga pode ter sido útil, caso tenha iluminado o que andava
escuro dentro da gente.
Já para algumas pessoas, ganhar o dia é ganhar mesmo:
ganhar um aumento, ganhar na loteria, ganhar um pedido de casamento, ganhar uma licitação, ganhar uma partida.
Mas para quem valoriza apenas as megavitórias, sobram centenas de
outros dias em que, aparentemente, nada acontece, e geralmente são
essas pessoas que vivem dizendo que a vida não é boa, e seguem
cultivando sua angústia existencial com carinho e uísque, mesmo já
tendo seu superapartamento, sua bela esposa, seu carro do ano e um salário aditivado.
Nas últimas semanas, meus dias foram salvos por detalhes.
Uma segunda-feira valeu por um programa de rádio que fez um tributo aos Beatles e que me arrepiou, me transportou para uma época legal da vida, me fez querer dividir aquele momento com pessoas que são importantes pra mim.
Na terça, meu dia não foi em vão porque uma pessoa que amo muito recebeu um diagnóstico positivo de uma doença que poderia ser mais séria.
Na quarta, o dia foi ganho porque o aluno de uma escola me pediu para tirar uma foto com ele.
Na quinta, uma amiga que eu não via há meses ligou me convidando para almoçar.
Na sexta, o dia não partiu inutilmente, só por causa de um cachorro-quente.
E assim correm os dias, presenteando a gente com uma música, um crepúsculo, um instante especial que acaba compensando 24 horas banais.
Claro que tem dias que não servem pra nada, dias em que ninguém nos surpreende, o trabalho não rende e as horas se arrastam melancólicas, sem falar naqueles dias em que tudo dá errado: batemos o carro, perdemos um cliente e o encontro da noite é desmarcado.
Pois estou pra dizer que até a tristeza pode tornar um dia especial,
só que não ficaremos sabendo disso na hora, e sim lá adiante, naquele lugar chamado futuro, onde tudo se justifica.
É muita condescendência com o cotidiano, eu sei, mas não deixar o dia de hoje partir inutilmente é o único meio de a gente aguardar com entusiasmo o dia de amanhã...

(Texto de Martha Medeiros)

Simone®



- Postado por: uns e outros... às 23h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

Dualidades d’alma

Você que mal chegou e partiu;

de cujas lutas me fez perdedor

você que se zangou e sorriu

hoje é um misto de ternura e amargor.

Você que embalou e destruiu meus sonhos

que foi meu tormento e minha paz

que deixou os meus olhos tristonhos

hoje, não me buscas mais.

Você que acariciou e castigou minh’alma

que fez os meus dias breus e não luar

você que aquietou e sangrou meu coração

por que insisto tanto em te amar?

Você que foi calmaria e tempestade

que despertou volúpias e amor

em mim coexiste  esta dor...

porque você é ... presença e saudade.

avatar

H룣ëñ 



- Postado por: uns e outros... às 18h12
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




CREIO EM MIM

click


Eu, que comi a casca
por não merecer a polpa.


Eu, que criei a culpa
e me escondi atrás de sua máscara.

Que me esbofeteei me disse
os mais obscenos insultos.


Eu, que neguei dar-me indultos,
condenando-me a estar triste.

Eu, que suicidei minha aspiração,
para lograr ser querido.

Que eniminizei comigo mesmo,
truncando todos meus vôos.


Eu, que me esculpi no rosto,
abusando de mim mesmo.

Eu, que cedi ao cinismo,
machucando a quem me amara.

Eu, exigente e desapiedado
com nada como comigo.

Eu, meu mais cruel inimigo,
meu juiz e meu sentenciador...

Me levantei esta manhã,
cansado de não me querer.

De me apagar, me obscurecer,
de que minha luz não brilhará.

Vi no espelho meus olhos,
olhando-me em meu olhar,


Tantas vezes empanado
por olhar-me com nojo.

E me dei ternura e vi,
nesse rosto cansado,
que me observava estranhamente,
o beleza que eu fui...

Me vi ante os que têm sofrido,
amparando o desamparo.


Me vi austero, mas honrado,
me vi nobre, me vi erguido.


Me vi alentando ao formoso,
me vi curando feridas.

Me vi sempre agradecido,
sincero, ingênuo e gozoso.


Me vi vencendo o abismo,
sem mancha, nem cicatriz.

E quis me fazer feliz,
honrando que sou eu mesmo...


Que sou franco, solidário,
que sou leal e confiável,
que quando embainhei meu sabre,
apostei no humanitário...

Sem malsã auto-compaixão,
fui piedoso ante a minha pena.


Levantei minha condenação,
como o que amando se ama.

Apreciei o valor de tudo,
pesei o erro e o acerto,
sempre elegi estar desperto,
sem submergir-me no lodo.

E olhando meu olhar,
me pedi perdão, e quis
valorizar tudo quanto disse
sem reprovar-me de nada...

...Deixar-me ser, sem podar-me...
jardineiro de mim mesmo,
porque não é egocentrismo
abrir minha essência
e mostrar-me...

Vir a ser e isso decido,
estar disposto a abrir-me à vida...

E basta de tanta ferida,
sendo eu o mutilador e o mutilado.

Por tudo o que vivi,
a partir deste momento,
já conto comigo, e sinto
que finalmente!

EU CREIO EM MIM!

Jack (Wozz)



- Postado por: uns e outros... às 18h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

 

Um piano, Uma Melodia, Você e Eu

Olhos de Lince

 

No burburinho alegre das pessoas,

consigo captar a sonoridade das notas musicais,

que aos poucos...Se tornam conhecidas,

ao surgir da linda melodia,

La Vie En Rose, no dedilhar do pianista.

 

Olho você...

Você a mim...

Nossas mãos se apertam, e sorrindo, entendemos,

o querer de nossos corações.

 

Avistamos uma mesa vazia na penumbra do Piano Bar,

que esconde lá fora o clarão da Lua e o baile das estrelas...

mas não consegue esconder os nossos olhares apaixonados,

a dizer do nosso amor.

 

Por tantos amores falsos, passamos,

desde a perda de nosso primeiro amor.

E agora, quem sabe...Deus nos quer unir

para o resto de nossas vidas.

 

Adeus às maldades de falsos amores...

Bem vindo ao amor sereno e maduro,

da cumplicidade, do desejo, dos sonhos e

do respeito.

 

Olho você...

Você a mim...

Entendemos com discreto sorriso,

o mágico momento no beijo encabulado,

que promete a continuidade de nosso caminhar...

 

Os acordes finais de La Vie En Rose,

selam o encantamento que vivemos,

ficando para sempre, como calmante da gostosa saudade,

nas raras vezes que estivermos distantes.

 

Liz 

Click

 

Para você, meu amor sereno, meu amor maduro,

da cumplicidade, do desejo, dos sonhos e do respeito.

Beijo intenso.

 



- Postado por: uns e outros... às 23h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

Carta ao Amor Possível

Madrugada insone... à minha volta, o sentimento do já visto.

Nem a poesia acalenta o fremir dos olhares.

No ritmo das pálpebras, o balé das lembranças e o murmúrio do teu rosto despido em meu olhar.

Concedo-me ao desalinhar das emoções e a alucinação de todas as vésperas, em que te aguarda a minha espera. 
No silêncio de um novo dia que se anuncia, o pensamento cruza o horizonte, buscando nas asas da serenidade, um pouso para os olhares.

A voz da saudade cala-se em meus lábios... sabe que há palavras que não se escrevem. Necessitam apenas do aconchego do peito e da cumplicidade do sentir inconfesso. 
Há na lua que me espreita, um perfume de solidão que me convida à introspecção e ao caminhar para os meus espelhos.

No quarto, todas as nuanças que me denunciam, como se cada matiz contasse a nossa história, em meio à vigília que faço de mim mesma. Nas paredes nuas, o eco da minha respiração suspensa e a sombra da inquietude das mãos.

 As coisas inanimadas também aguardam o som dos teus passos, enquanto te esqueces em vidas que não são tuas. 
E é assim que sempre me vens: no desdobrar do corpo, no calor aveludado e sutil, enquanto meus sonhos perdidos encontram a mim e a ti.

Não posso imaginar outro momento que não esse, quando meu desejo te invoca e te fazes em mim, precipício, loucura, suspiro e vertigem.

 Não há qualquer gesto meu que não te traga ao ardor da memória. 
Deito-me aos meus pés e abraço-me à tua ausência. Em mim, a vaga esperança de que virás... talvez a sensatez acuse-me de delirante, enquanto sussurro a minha saudade nos corredores da insônia. 
Um dia chegará a manhã possível e serás mais que todas as letras que alinho nos versos que talvez não leias.

Regressarás de onde nunca partiste. 

   Fernanda Guimarães

 

  Clica em mim...

 



- Postado por: uns e outros... às 23h04
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

PAIXÃO


Uma linda mulher que repousa em meus sonhos,
que me faz querer nunca acordar
para senti-la sempre ao meu lado,
és assim um sentir pulsante,
é assim uma sede, uma vontade ardente,
talvez seja assim que se traduza uma paixão,
um desejo, um momento.

 

um presente de Manoel ( tonto)

Que me venha esse homem

Que me venha esse homem
depois de alguma chuva
que me prenda de tarde
em sua teia de veludo
que me fira com os olhos
e me penetre em tudo.

Que me venha esse homem
de músculos exatos
com um desejo agreste
com um cheiro de mato
que me prenda de noite
em sua rede de braços
que me perca em seus fios
de algas e sargaços.

Que me venha com força
com gosto de desbravar
que me faça de mata
pra percorrer devagar
que me faça de rio
pra se deixar naufragar.

Que me salve esse homem
com sua febre de fogo
que me prenda no espaço
de seu passo mais louco.

Bruna Lombardi

postado por £etrinha

clik



- Postado por: uns e outros... às 23h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 



- Postado por: uns e outros... às 23h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




clic

As  mulheres de origem Celta eram criadas

tão livremente como os homens.

A elas era dado o direito de escolherem

seus parceiros e nunca poderiam ser

forçadas a uma relação que não queriam.

Eram ensinadas a trabalhar para que

pudessem garantir seu sustento,

bem como eram excelentes  amantes,

donas de casas e mães:

 A primeira lição era:

 “Ama teu homem e o segue, mas somente

se ambos representarem um para o outro

o que a Deusa Mãe ensinou:

 Amor, companheirismo e amizade.”

Jamais permita que algum homem a escravize:

você nasceu livre para amar, e não para

ser escrava.

Jamais permita que o seu coração

sofra em nome do amor.

Amar é um ato de felicidade,por que sofrer?

Jamais permita que seus olhos derramem

 lágrimas por alguém que nunca fará


você sorrir!

Jamais permita que o uso de seu próprio

corpo seja cerceado.

Saiba que o corpo é a moradia do espírito,

por que mantê-lo aprisionado?

Jamais se permita ficar horas esperando

por alguém que nunca virá, mesmo tendo
prometido!

Jamais permita que o seu nome seja pronunciado

em vão por um homem cujo nome você

sequer sabe!

Jamais permita que o seu tempo seja

desperdiçado com alguém que nunca terá

tempo para você!

Jamais permita ouvir gritos em seus ouvidos.

O Amor é o único que pode falar mais alto!

Jamais permita que paixões desenfreadas

transportem você de um mundo real para

outro que nunca existiu!

Jamais permita que os outros sonhos

se misturem aos seus, fazendo-os virar

 um grande pesadelo!

Jamais acredite que alguém possa voltar

quando nunca esteve presente!

Jamais permita viver na

dependência de um homem

como se você tivesse

nascido inválida!

Jamais se ponha linda e maravilhosa

a fim de esperar por um homem

que não tenha olhos para admirá-la!

Jamais permita que seus pés

caminhem em direção a um homem

que só vive fugindo de você!

Jamais permita que a dor, a tristeza,

a solidão, o ódio, o ressentimento,

o ciúme, o remorso e tudo aquilo

que possa tirar o brilho dos seus

olhos, a dominem, fazendo arrefecer

a força que existe dentro de você!

E, sobretudo, jamais permita

que você mesma perca a

dignidade de ser MULHER!!!

*Dixie* 



- Postado por: uns e outros... às 23h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

clique

  

"A Um Ausente"

 

Tenho razão de sentir saudade,

tenho razão de te acusar.

Houve um pacto implícito que rompeste

e sem te despedires foste embora.

 

Detonaste o pacto. Detonaste a vida geral.

A comum aquiescência de viver e explorar

os rumos de obscuridade sem prazo,

sem consulta, sem provocação,

até o limite das folhas caídas na hora de cair.

 

Antecipaste a hora.

Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.

Que poderias ter feito de mais grave

do que o ato sem continuação, o ato em si,

o ato que não ousamos nem sabemos ousar

porque depois dele não há nada?

 

Tenho razão para sentir saudade de ti,

de nossa convivência em falas camaradas,

simples apertar de mãos, nem isso,

voz modulando sílabas conhecidas e banais

que eram sempre certeza e segurança.

 

Sim, tenho saudades.

Sim, acuso-te porque fizeste

o não previsto nas leis da amizade e da natureza,

nem nos deixaste sequer o direito de indagar

porque o fizeste, porque te foste

 

 



- Postado por: uns e outros... às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Celine Dion - Je Ne Vous Oublie Pas (tradução)

Eu não esqueço de você
Céline Dion
 
Em minhas ausências talvez, sem dúvida
Tenha me afastado
Como se tivesse perdido o destino 
Como se tivesse mudado
Então tenho algumas palavras de ternura
Para lhe dizer
 
Eu não esqueço de você
Não, jamais
Você está aqui dentro de mim
Em minha vida, em tudo aquilo que eu faço
Meus primeiros amores, meus primeiros sonhos
Chegam com você
É a nossa história
Eu não esqueço de você
Não, jamais
Você sabe tanto de mim
Da minha vida, de tudo aquilo que eu faço
Então minha felicidade, minhas rupturas
São compartilhadas com você
É a nossa história
Eu não esqueço de você
 
Por que o tempo pode nos prender em uma gaiola
Nossos sonhos e nossos desejos
Eu faço minhas escolhas e minhas viagens
Talvez eu pague o preço
A vida me sorri ou me abençoa
Mas seja lá qual for minha vida
 
Eu não esqueço de você
Não, jamais
Você está aqui dentro de mim
Em minha vida, em tudo aquilo que eu faço
Meus primeiros amores, meus primeiros sonhos
Chegam com você
É a nossa história
Eu não esqueço de você
 
Mesmo à outra extremidade da terra
Eu continuo a minha história contigo
 ¿¿Mäg¡ä do olhär¿¿


- Postado por: uns e outros... às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Tédio


Passo pálida e triste. Oiço dizer
"Que branca que ela é! Parece morta!"
E eu que vou sonhando, vaga, absorta,
Não tenho um gesto, ou um olhar sequer...


Que diga o mundo e a gente o que quiser!
-O que é que isso me faz?... o que me importa?...
O frio que trago dentro gela e corta
Tudo que é sonho e graça na mulher!



O que é que isso me importa?! Essa tristeza
É menos dor intensa que frieza,
É um tédio profundo de viver!


E é tudo sempre o mesmo,eternamente...
O mesmo lago plácido,dormente dias,
E os dias,sempre os mesmos,a correr...
{Florbela Espanca}

{so}£etrando



- Postado por: uns e outros... às 23h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 [click]

 

E Tu Tão Perto…  

 

Meu amor hoje tão só, e tu tão perto

Perto de mim estão estas mágoas

Este meu fado breve, certo e incerto

E tu tão perto, e tu tão perto...

 

Meu amor hoje está tão só e por certo,

Comigo perto, mareando nestas águas.

Minhas mágoas deixaram-me deserto

E tu tão perto, e tu tão perto…

 

Olha meu peito entreaberto

Esta dor, sem jeito de se ver

Ver, sem ver, é olhar liberto

E tu tão perto, e tu tão perto…

 

Olha. Repara em mim entreaberto

Aberto e pleno de saber

Que o nosso amor é mais desperto

Contigo perto, comigo perto.

[Rogério Simões]

= §nïpër =



- Postado por: uns e outros... às 23h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

Um Sonho

Hoje pensei em lhes escrever algo, mas nem sabia por onde começar... Queria que fosse a mais bela das mensagens, já ditadas por mim... Que ela levasse Paz e Amor aos povos do mundo...Que as pessoas, por ela, pudessem se encontrar...E que todos sentissem ao menos, escorrer em seus olhos gotas de lágrimas, que lhes fizessem tocar por minhas palavras... Ou quem sabe simplesmente, por reverem o que tem dentro de sí...Em suas dores e mágoas... Mas não sei como contar algo assim...Resolvi então, lhes falar de meus sonhos...
Sonhos que só dentro de mim são reais...Sonhos, onde vejo todos os povos do mundo se darem as mãos...Formando uma só corrente, que rodeie o mundo... Em que todos nele se abraçam... 
Sem preconceitos, de que um é rico e o outro é pobre...
Um é branco e o outro é negro...Um é bonito e o outro é feio...
Ah!... 
Mas são tantos os contrastes a dizer, que encheriam as folhas, se escrevesse todos aqui...Mas não é isso, que vejo em meus sonhos... 
Nos meus sonhos, todos falam a mesma língua de louvor... mesmo idioma de amor...Nele não tem balas e nem canhões...Nele os povos se dariam mesmo as mãos... Porque nele não haveria moedas, para se pagar o preço final da agonia...Nele se compraria apenas a vida com amor... 
Mas sei que isto é só um sonho... 
Porque entendo que suas feridas não cicatrizam como as minhas...Que decidi sarar perdoando...Mesmo aqueles que coroaram meu "Pai Irmão" com coroa de espinhos...Mesmo aqueles que fizeram o mundo, não ser como em meus sonhos...Mesmo os que andaram pela vida causando os seus enredos de loucuras...Devaneios em suas guerras... 
Hoje, diria mesmo a todos numa bela escrita, aquela que lhes fizessem mudar as suas razões pelas quais se tomam...Por viverem sentindo-se inutilizados, a dizerem para alguém que está do lado... 
"Amo Você"!!! 
Mas como poderia eu? Que nem faço parte de seus cotidianos... Dizer-lhes em simples palavras tanto... E que por elas os fizessem melhor dentro de si... Nem sei mesmo por onde começaria... 
E qual frase deveria usar, para que com elas lhes enchesse os olhos de lágrimas?
Enquanto minhas palavras soassem em seus ouvidos como um único som que lhes diria... 
Eu os amo!!! 
Então devo lhes dizer em clara voz... 
Que isso foi só um sonho! 
Paz e Amor eterno a todos... Em um mundo melhor!!! Mesmo que ele ainda seja só um sonho. 

(Bonnardini) 

MONALISA.



- Postado por: uns e outros... às 23h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Satânia

Nua, de pé, solto o cabelo às costas,


Sorri. Na alcova perfumada e quente,


Pela janela, como um rio enorme


De áureas ondas tranqüilas e impalpáveis,


Profusamente a luz do meio-dia


Entra e se espalha palpitante e viva.


Entra, parte-se em feixes rutilantes,


Aviva as cores das tapeçarias,


Doura os espelhos e os cristais inflama.


Depois, tremendo, como a arfar, desliza


Pelo chão, desenrola-se e, mais leve,


Como uma vaga preciosa e lenta,


Vem lhe beijar a pequenina ponta


Do pequenino pé macio e branco.

Sobe... cinge-lhe a perna longamente;


Sobe...- e que volta sensual descreve


Para abranger todo o quadril!- prossegue,


Lambe-lhe o ventre, abraça-lhe a cintura,


Morde-lhe os bicos túmidos dos seios,


Corre-lhe a espádua, espia-lhe o recôncavo


Da axila, acende-lhe o coral da boca,


E antes de se ir perder na escura noite,


Na densa noite dos cabelos negros,


Pára confusa, a palpitar, diante


Da luz mais bela dos seus grandes olhos.

E aos mornos beijos, às carícias ternas,


Da luz, cerrando levemente os cílios,


Satânia os lábios úmidos encurva,


E da boca na púrpura sangrenta


Abre um curto sorriso de volúpia...
(Olavo Bilac)

 

 

clik 

 

 

 

 

Petuti



- Postado por: uns e outros... às 23h04
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

clik


Um senhor, na faixa dos 60 anos,
foi um dia convidado por um colega de trabalho para a assistir uma reunião espírita, que acontecia aos sábados à tarde, em sua residência paulistana.

Embora relutando porque morava
em Santos, não gostava de sair
da toca e pelo frio daquela tarde
de junho, resolveu ir.

A família até estranhou quando ele
avisou que não iria almoçar e
que viajaria à capital. Era uma atitude tão incomum... O expressinho o deixou na porta da casa e ele chegou atrasado, sentando-se no fundo da sala para não atrapalhar.

Logo percebeu que se tratava de
um encontro espiritualista sério.
A reunião já estava quase no fim,
quando a senhora que psicografava, perguntou: - Quem é fulano?

Ele levou um susto quando ouviu o seu nome!

- Tenho uma mensagem para o senhor,
ouça: "Rosas para você mamãe,
um beijo. Bebel".
Do susto passou para o aturdimento: que mensagem seria aquela?

Não conhecia nenhuma Bebel
e nem entendia aquela expressão
cifrada de alguém que enviava
rosas para a mãe.

Mas, evidentemente, recebeu-a com respeito e guardou no bolso o bilhete que lhe foi entregue.
Terminada a reunião, saiu rápido,
subindo a Av. Paulista para tomar um táxi que o levasse até o ponto do ônibus.

De repente, veio à mente uma vontade enorme de rever um amigo de faculdade que morava ali numa transversal e que não via há vinte anos pelo menos.

Que estranho, logo ele que não
costumava visitar ninguém e
tinha pavor de viajar à noite!
Foi um impulso tão forte, tão forte,
que quando percebeu estava à
porta da casa do amigo.
Tocou a campainha e depois
de segundos, o querido
companheiro abriu a porta.

Os anos haviam passado,
os cabelos de ambos eram grisalhos, as silhuetas se arredondaram e os olhares aparentavam o cansaço
da caminhada.

Abraços, emoção, trocas habituais
de perguntas sobre outros amigos
comuns, carinho e o convite dele e da mulher para que ficasse para jantar.

Diante da insistência, acedeu.
À mesa, os papos continuaram
saudosos e queridos.
Há nos encontros com os amigos
de infância e adolescência um rol de emoções e lembranças que não existe com as amizades posteriores, por mais amplas e íntimas que sejam.

Quando sentaram-se à sala novamente e a esposa pediu licença para pegar a bandeja do cafezinho, o anfitrião falou baixo e de voz embargada
- Você não imagina o bem que nos fez vindo aqui hoje, a Sílvia estava
precisando muito de distração.

Com certeza você não soube que
a nossa filha mais nova, Isabel,
que nós chamávamos de Bebel,
morreu num acidente há um ano.
Era a alegria da casa, já que meus
dois outros filhos vivem fora do País e só nos visitam de vez em quando.

Mesmo depois de casada,
Bebel continuou morando aqui perto para nos fazer companhia.
Hoje é aniversário da Sílvia e parece que ainda estou vendo nossa filha entrar por essa porta como fazia todos os anos,
cantando Parabéns a Você e
trazendo um buquet de rosas
vermelhas, as preferidas da mãe.

Tanto é que até comprei as flores que estão naquele vaso, mas é completamente diferente, é claro.
Os minutos seguintes foram da
mais forte emoção.

Dele, ao contar quase sem fôlego
o acontecido durante a tarde e
de um pai, que ouvia, chorando,
os desígnios do grande mistério
além do espaço e do tempo.
O mensageiro nem quis esperar
a volta da mãe, com o café

Preferia não participar do momento do casal, pedindo ao amigo que
o relatasse; era apenas e
simplesmente o veículo portador.
Ao sair e passar perto da mesa
onde estavam as rosas, tirou o bilhete do bolso e deixou-o ao lado...

(AD)

Era o cartão que faltava.

~~peixinha~~




- Postado por: uns e outros... às 23h04
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 

ENTRE LENÇÓIS

Djalma Filho

 

 

Envoltos pela névoa de linho

os amantes se olham

indescobertos...

 

Envoltos por sins e temores

os amantes se tocam

cautelosamente...

 

Envoltos por olhos ardentes...

os amantes se desejam

misteriosamente...

 

Envoltos... no quarto fechado

há um não sobrar de

espaço para dois

 

As palavras sussurram delicadamente

prazeres inconfessáveis e não ditos

Mãos espalmadas em busca de espaço

desafiando as leis da física...

Pernas, ora trançadas ora retesadas...

querendo quebrar todos os limites

Bocas em beijos, em cada milímetro...

engolindo toda a possível resistência

 

Entre lençóis,

os amantes se esquecem

eternamente do tempo ...

 

Para quê tempo?

se, entre lençóis, eles

vivem tão intensamente?...

 

E... bem cá entre nós

- Para quê mais os lençóis?...

 

"Entre lençóis" é como quero "Sentir você", minha Angela... 

 

click

 



- Postado por: uns e outros... às 23h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 PRIMAVERA

 

 

 

Depois do inverno que fora rude
e fechara os caminhos com seus passos de neve,
certa manhã em que havia bailado de borboletas,
desabrochou à altura de minha janela
dentre o verde das folhas tenras,
a primeira rosa vermelha
do meu jardim orvalhado de lágrimas.

Essa rosa era tua, Senhor, era tua,
viera ao mundo para dar-te um momento de glória,
ascender a ti nas asas do aroma
e desfolhar-se, após, delicadamente a teus pés,
em grandes gotas de sangue.

Mas o inverno fora rude,
os caminhos tinham estado fechados pela neve
e as borboletas bailavam tão levemente aquela manhã,
que tomei para mim tua rosa vermelha
e escondi minha face entre suas pétalas
e aspirei seu perfume
e me feri por gosto nos seus espinhos
e tão sofregamente a acariciei,
que ela se desfolhou contra o meu coração.

Henriqueta Lisboa

 

clik

"Meus poetas... Meus poemas..."

 



- Postado por: uns e outros... às 23h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 
              Easy Eddie
 
 
 
Duas Histórias
 
História Número Um
 
Há muitos anos atrás, Al Capone possuia virtualmente Chicago. Al Capone não era famoso por nenhum ato heróico. Ele era notório por empestear a cidade com tudo o que era relativo a contrabando, bebida, prostituição e assassinatos.
 
Al Capone tinha um advogado apelidado de "Easy Eddie". Era o seu advogado por um excelente motivo: Eddie era muito bom! Na realidade, sua habilidade, manobrando no cipoal legal, manteve Al Capone fora da prisão por muito tempo. Para mostrar seu apreço, Al Capone lhe pagava muito bem. Não só o dinheiro era grande, pois Eddie também tinha vantagens especiais.
 
Por exemplo, ele e a familia moravam em uma mansão protegida, com todas as conveniências possíveis. A propriedade era tão grande que ocupava um quarteirão inteiro em Chicago. Eddie vivia a vida da alta roda de Chicago, mostrando pouca preocupação com as atrocidades que ocorriam à sua volta.
 
No entanto, Easy Eddie tinha um ponto fraco. Ele tinha um filho a quem amava profundamente. Eddie cuidava para que seu jovem filho tivesse o melhor em tudo: rouas, carros e uma excelente educação.Nada era poupado para tal. Preço não era objeção. E, apesar do seu envolvimento com o crime organizado, o pai tentou lhe ensinar o que era certo e o que era errado. Eddie queria que seu filho se tornasse um homem melhor do que ele. Mesmo assim, com toda a riqueza e influencia, havia duas coisas que ele não podia dar ao filho: não podia lhe transmitir um nome respeitável ou um bom exemplo.
 
Um dia, o Easy Eddie chegou a uma decisão dificil: tentou corrigir as injustiças de que tinha participado. Ele decidiu que iria às autoridades e contaria a verdade  sobre Al "Scarface" Capone, limpando seu nome manchado e oferecendo ao filho alguma coisa semelhante à integridade. Para fazer isso, ele teria que testemunhar contra a quadrilha, e sabia que o preço seria muito alto. Ainda assim, ele testemunhou.
 
Um ano depois, a vida de Easy Eddie terminou em um tiroteio numa rua de Chicago. Mas, aos olhos dele, tinha dado ao filho o maior presente que poderia lhe oferecer, ao maior preço que poderia pagar. A polícia recolheu em seus bolsos um rosário, um crucifixo, uma medalha religiosa e um poema, recortado de uma revista.
 
O poema:
 
O relógio da vida recebe corda apenas uma vez
e nenhum homem tem o poder de decidir quando os ponteiros pararão,
se mais cedo ou mais tarde.
Agora é o único tempo que você possui.
Viva, ame e trabalhe com vontade
Não ponha nenhuma esperança no tempo, pois o relógio pode parar a
qualquer momento.
 
 Butch O´Hare
 
História Número Dois
 
A Segunda Guerra Mundial produziu muitos herois. Um deles foi o Comandante Butch O´Hare. Ele era um piloto de caça, operando no porta-aviões Lexington, no Pacífico Sul. Um dia, o seu esquedrão foi enviado a uma missão.
Quando ja estavam voando, ele notou pelo medidor de combustivel que alguém tinha esquecido de encher os tanques. Ele não teria combustível para completar a missão e retornar ao navio. O líder do vôo instruiu-o a voltar ao porta-aviões. Relutantemente, ele saiu da formação e iniciou a volta à frota. Quando estava voltando ao navio-mãe, viu algo que fez seu sangue gelar: um esquadrão de aviões japoneses voava na direção da frota americana.
 
Com os caças americanos afastados da frota, ela ficaria indefesa ao ataque. Ele não podia alcançar seu esquadrão nem avisar a frota da aproximação do perigo.
 
Havia apenas uma coisa a fazer. Ele teria que desviá-la da frota de alguma maneira. Afastando todos os pensamentos sobre sua segurança pessoal, ele mergulhou sobre a formação de aviões japoneses. Seus canhões de calibre 50, montados nas asas, dispararam enquanto ele atacava um surpreso avião inimigo e em seguida outro. Butch "costurou" dentro e fora da formação, agora rompida, e incendiou tantos aviões quanto possivel, até que sua munição finalmente acabou. Ainda assim, ele continuou a agressão.
Mergulhava na direção dos aviões, tentando destruir e danificar tantos aviões inimigos quanto possivel, tornando-os impróprios para voar.
 
Finalmente, o exasperado esquadrão japones partiu em outra direção.
 
Profundamente aliviado, Butch O´Hare e o seu avião danificado se dirigiram para o porta-aviões. Logo à sua chegada, ele informou seus superiores sobre o acontecido. O filme da máquina fotográfica montada no avião contou a história com detalhes. Mostrou a extensão da ousadia de Butch em atacar o esquadrão japonês para proteger a frota. Na realidade, ele tinha destruído cinco aeronaves inimigas.
 
Isto ocorreu no dia 20 de fevereiro de 1942, e, por aquela ação Butch, se tornou o primeiro Ás da Marinha na Segunda Guerra Mundial, e o primeiro Aviador Naval a receber a medalha Congressional de Honra. No ano seguinte, Butch morreu em combate aéreo com 29 anos de idade. Sua cidade natal não permitiria que a memória deste herói da WW II desaparecesse, e hoje, o aeroporto O´Hare, o principal de Chicago, tem esse nome como tributo à coragem deste grande homem.
 
Assim, na próxima vez que voce passar no O´Hare International Airport, pense nele e vá ao Museu comemorativo sobre Butch, visitando sua estátua e a Medalha de Honra que recebeu. Fica situado entre os terminais 1 e 1.
 
O que essas duas histórias têm em comum?
 
Butch O´Hare era o filho de Easy Eddie.
 
 
 

 

Sandra Vls



- Postado por: uns e outros... às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Quem seria *Moren@Flor*?
 
Se eu fosse uma imagem, seria esta....
 
 
Se eu fosse uma música, eu seria...Alma de zélia ducan
 
Se eu fosse um mês, eu seria...janeiro
 
Se eu fosse um dia da semana, eu seria...sábado
 
Se eu fosse uma hora do dia, eu seria...09,00
 
Se eu fosse um planeta, eu seria...terra
 
Se eu fosse uma direção, eu seria...Sul
 
Se eu fosse um móvel, eu seria...sofá
 
Se eu fosse um esporte, eu seria...tenis
 
Se eu fosse um divertimento, eu seria...musica
 
Se eu fosse um momento, eu seria..paz
 
Se eu fosse um líquido, eu seria...Água
 
Se eu fosse uma pedra preciosa, eu seria..diamante
 
Se eu fosse uma árvore, eu seria...mangueira
 
Se eu fosse uma flor, eu seria..Rosa
 
Se eu fosse um instrumento musical, eu seria...flauta
 
Se eu fosse uma cor, eu seria...branco
 
Se eu fosse um sentimento, eu seria...amor
 
Se eu fosse um tempêro, eu seria...azeite
 
Se eu fosse um animal, eu seria...gaivota
 
Se eu fosse uma fruta, eu seria...manga
 
Se eu fosse um elemento, eu seria..água
 
Se eu fosse um livro, eu seria...O retorno e terno de rubens alves
 
Se eu fosse um personagem, eu seria...Olga
 
Se eu fosse uma comida, eu seria..feijoada
 
Se eu fosse um lugar, eu seria...praia
 
Se eu fosse um objeto, eu seria...som
 
Se eu fosse um filme, eu seria...Sociedade dos poetas mortos
 
Se eu fosse um gesto, eu seria...Um beijo
 
Ah...Se eu fosse!
 clik
E encerrando no Noites a semana do Projeto Laranja Lima, *Moren@Flor* desafia para a "Caixinha do Seu Presente":  Moça d 40 e poucos, *Dicie*, ºßandidaº e Magia do Olhar*  Parabenizando £a£i e a Equipe Noites por mais essa iniciativa de interação entre todos.


- Postado por: uns e outros... às 13h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Quem seria *caipira®*...

Se eu fosse uma imagem seria essa....

Se eu fosse uma música, eu seria...  “Gente Humilde” (Chico Buarque) 

Se eu fosse um mês, eu seria... Abril (o mais lindo de todos) 

Se eu fosse um dia da semana, eu seria... A quarta-feira 

Se eu fosse uma hora do dia, eu seria...  00:00 hs  (fim e recomeço)

 Se eu fosse um planeta, eu seria... Marte

 Se eu fosse uma direção, eu seria... Sempre em frente

 Se eu fosse um móvel, eu seria... Um espelho

 Se eu fosse um esporte, eu seria... Corrida de Obstáculos

 Se eu fosse um divertimento, eu seria... Dança  (dança comigo?)

 Se eu fosse um momento, eu seria...  O momento presente (único que é meu)

 Se eu fosse um líquido, eu seria... Água, pura e cristalina

 Se eu fosse uma pedra preciosa, eu seria... Esmeralda

 Se eu fosse uma árvore, eu seria...  Ipê Amarelo (lembranças...)

 Se eu fosse uma flor, eu seria... Hibisco

 Se eu fosse um instrumento musical, eu seria... Saxofone

 Se eu fosse uma cor, eu seria... Amarelo

 Se eu fosse um sentimento, eu seria... Esperança (que contém todos os outros)

 Se eu fosse um tempêro, seria... O sal, simplesmente!

 Se eu fosse um animal, eu seria... Um cão vira-lata

 Se eu fosse uma fruta, eu seria... Uma manga

 Se eu fosse um elemento, eu seria... Terra  (o chão onde pisas...)

 Se eu fosse um livro, eu seria... “Nada de novo no front” (Eric Marie Remarque)

 Se eu fosse um personagem, eu seria... Fernão Capelo Gaivota (do livro homônimo)

 Se eu fosse uma comida, eu seria... Virado a Paulista

 Se eu fosse um lugar, eu seria... As margens de um rio

 Se eu fosse um objeto, eu seria... Uma vela, acesa.

 Se eu fosse um filme, eu seria... “Cidade dos Anjos” (as duas versões)

 Se eu fosse um gesto, eu seria... Mão na mão (a minha... a sua)

 Ah...seu eu fosse...!!!

 

*caipira®* desafia *Moren@Flor*



- Postado por: uns e outros... às 21h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Quem seria ANDRE???

Se eu fosse uma imagem seria esta...

Se eu fosse uma música, eu seria... O Bêbado e o equilibrista

Se eu fosse um mês, eu seria... Dezembro

Se eu fosse um dia da semana, eu seria...Quaarta... amor... o dioa de namorar no protão

Se eu fosse um planeta, eu seria...Mercúrio... Assim faço referência a sua familia de pessoas voltas a área da saúde... legal né.... rssssss

Se eu fosse uma direção, eu seria...Direção de Belo Horizonte.... rssss

Se eu fosse um móvel, eu seria...Seria um banco de palha

Se eu fosse um esporte, eu seria... Jogador de dominó........bem radical.......

Se eu fosse um divertimento, eu seria... Um trem fantasma... tanta gente me chama de trem aqui... rssssss

Se eu fosse um momento, eu seria...Um momento eterno... legal né.... rsssss

Se eu fosse um líquido, eu seria...água

Se eu fosse uma pedra preciosa, eu seria...Pedra angular

Se eu fosse uma árvore, eu seria...Pé de arruda pra me livrar das vibras negativas... rsssss

Se eu fosse uma flor, eu seria... flor de cactos

Se eu fosse um instrumento musical, eu seria...ahhhhhh um surdo de escola de samba.....

Se eu fosse uma cor, eu seria...azul

Se eu fosse um sentimento, eu seria.. A paz... legal né amor.... a paz tem tudo a ver comigo.

Se eu fosse um tempero, eu seria...sal grosso.... é muito usado no churrasco e no descarrego... rsss

Se eu fosse um animal, eu seria...galo preto... amor... galo é usado em despacho....

Se eu fosse uma fruta, eu seria...nos despachos se leva muita fruta... mas dizem que a preferida é a banana..... dizem que gosto demais de banana... rsrs..

Se eu fosse um elemento, eu seria... elemento... o ar

Se eu fosse um livro, eu seria...Xango... .O Xango de Bacon Street....

Se eu fosse um personagem, eu seria.....preto velho

Se eu fosse uma comida, eu seria....frango assado com farofa

Se eu fosse um lugar, eu seria...uma encruzilhada da boa

Se eu fosse um objeto, eu seria.. uma mala... tem gente que vive me chamando de mala... rssssss

Se eu fosse um filme, eu seria...Macunaíma

Se eu fosse um gesto, eu seria...saudação de ombros........se usa né....rssssss quem faz despacho entende.....rssssss

Ah...Se eu fosse!

ANDRE desafia O GALO PRETO  e o Caipira®*



- Postado por: uns e outros... às 23h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Quem seria *Ðistraíd@™ 

Se eu fosse uma imagem, eu seria esta... 

Se eu fosse uma música, eu seria...And I love you so /Elvis Presley

Se eu fosse um mês, eu seria...Dezembro

Se eu fosse um dia da semana, eu seria...Sábado

Se eu fosse uma hora do dia, eu seria...12hrs

Se eu fosse um planeta, eu seria...Marte

Se eu fosse uma direção, eu seria...Sudeste

Se eu fosse um móvel, eu seria...Sofá

Se eu fosse um esporte, eu seria...Natação

Se eu fosse um divertimento, eu seria...Dança

Se eu fosse um momento, eu seria...Agora

Se eu fosse um líquido, eu seria...Água

Se eu fosse uma pedra preciosa, eu seria...Safira

Se eu fosse uma árvore, eu seria...Piruna

Se eu fosse uma flor, eu seria...Uma rosa

Se eu fosse um instrumento musical, eu seria...Violino

Se eu fosse uma cor, eu seria...Vermelha

Se eu fosse um sentimento, eu seria...Alegria

Se eu fosse um tempero, eu seria...Ervas

Se eu fosse um animal, eu seria...Uma águia

Se eu fosse uma fruta, eu seria...Pera

Se eu fosse um elemento, eu seria...Terra

Se eu fosse um livro, eu seria...O Tempo e o Vento

Se eu fosse um personagem, eu seria...Branca de Neve

Se eu fosse uma comida, eu seria...Pizza

Se eu fosse um lugar, eu seria...Floresta

Se eu fosse um objeto, eu seria...Dvd

Se eu fosse um filme, eu seria...Amor, Sublime Amor

Se eu fosse um gesto, eu seria...Abraço

Ah...Se eu fosse...!!!

clik

*Ðistraíd@™ desafia Alex(54)



- Postado por: uns e outros... às 17h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Quem seria Carrapata?

Se eu fosse uma imagem, eu seria esta... 

Se eu fosse uma música, eu seria... Começar de Novo (Ivan Lins)

Se eu fosse um mês, eu seria... Janeiro

Se eu fosse um dia da semana, eu seria... Sábado

Se eu fosse uma hora do dia, eu seria... Meio-dia

Se eu fosse um planeta, eu seria... Vênus

Se eu fosse uma direção, eu seria... Leste

Se eu fosse um móvel, eu seria... Uma estante de livros

Se eu fosse um esporte, eu seria... Ginástica Olímpica

Se eu fosse um divertimento, eu seria... Dança

Se eu fosse um momento, eu seria... O amanhã

Se eu fosse um líquido, eu seria... Água

Se eu fosse uma pedra preciosa, eu seria... Diamante

Se eu fosse uma árvore, eu seria... Pé de jasmim

Se eu fosse uma flor, eu seria... Flor do campo

Se eu fosse um instrumento musical, eu seria... Harpa

Se eu fosse uma cor, eu seria... Branco

Se eu fosse um sentimento, eu seria... Amor

Se eu fosse um tempero, seria... Canela

Se eu fosse um animal, eu seria... Pássaro

Se eu fosse uma fruta, eu seria... Pêssego

Se eu fosse um elemento, eu seria... Ar

Se eu fosse um livro, eu seria... Operação Cavalo de Tróia (1 a 6)

Se eu fosse um personagem, eu seria... Uma dançarina de Flamenco

Se eu fosse uma comida, eu seria... Mousse de Chocolate

Se eu fosse um lugar, eu seria... Onde nasci

Se eu fosse um objeto, eu seria... Um abat-jour

Se eu fosse um filme, eu seria... E o vento levou

Se eu fosse um gesto, eu seria... Um abraço

Ah...Seu eu fosse!

clik

Carrapata desafia *Ðistraíd@™



- Postado por: uns e outros... às 23h00
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Quem seria °sonhadora°/ctba?

Se eu fosse uma imagem, eu seria esta... 

Se eu fosse uma música, eu seria... Perdido de Amor

Se eu fosse um mês, eu seria... Abril

Se eu fosse um dia da semana, eu seria... Sexta- Feira

Se eu fosse uma hora do dia, eu seria... Noite

Se eu fosse um planeta, eu seria... Marte

Se eu fosse uma direção, eu seria... Nordeste

Se eu fosse um móvel, eu seria... Cama

Se eu fosse um esporte, eu seria... Caminhada

Se eu fosse um divertimento, eu seria... Dança (Bolero)

Se eu fosse um momento, eu seria... Quando estou em seus braços...

Se eu fosse um líquido, eu seria... Água

Se eu fosse uma pedra preciosa, eu seria... Diamante

Se eu fosse uma árvore, eu seria... Jacarandá

Se eu fosse uma flor, eu seria... Orquidea

Se eu fosse um instrumento musical, eu seria... Violão

Se eu fosse uma cor, eu seria... Vermelho

Se eu fosse um sentimento, eu seria... Toque

Se eu fosse um tempero, seria... Alho

Se eu fosse um animal, eu seria... Unicórnio

Se eu fosse uma fruta, eu seria... Uva

Se eu fosse um elemento, eu seria... Fogo

Se eu fosse um livro, eu seria... Se Houver Amanhã

Se eu fosse um personagem, eu seria... Scarlet O'Hara

Se eu fosse uma comida, eu seria... Späzle

Se eu fosse um lugar, eu seria... Cosmo

Se eu fosse um objeto, eu seria... Uma janela

Se eu fosse um filme, eu seria... Juventude Transviada

Se eu fosse um gesto, eu seria... Um abraço...


Ah...Seu eu fosse!

 

 clik

°sonhadora°/ctba desafia Carrapata



- Postado por: uns e outros... às 23h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________